Meu perfil
BRASIL, Sudeste, CAMPINAS, Meninos e Meninas, de 15 a 19 anos, Informática e Internet, Arte e cultura, Homossexualidade

PARTICIPE DO E-CAMPINAS
Powered by groups.yahoo.com

Histórico:

- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 16/09/2007 a 22/09/2007
- 26/08/2007 a 01/09/2007
- 19/08/2007 a 25/08/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 27/05/2007 a 02/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 01/04/2007 a 07/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 26/11/2006 a 02/12/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 08/01/2006 a 14/01/2006
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 30/10/2005 a 05/11/2005
- 23/10/2005 a 29/10/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 09/10/2005 a 15/10/2005
- 02/10/2005 a 08/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 11/09/2005 a 17/09/2005



Outros sites:

- Bazar do E-Camp
- Blog do E-Brasília
- Blog do E-Sampa
- Blog do E-Floripa
- Blog do E-Manaus
- Blog do E-Mogi
- Blog do E-Palotina
- Blog do E-Poa
- Blog do E-Recife
- Blog do E-Rio
- Blog do E-Salvador
- Blog do E-Curitiba
- E-jovem.com - o site mix mais jovem da internet!



Indique esse Blog


Contador:

Layout:

Templates by Marina e Deco =]



Dino Martinez fez opção pela vida

Homossexual e portador do vírus da Aids, enfermeiro circula pelas ruas de Campinas em sua moto cor-de-rosa

Tatiana Fávaro
DA AGÊNCIA ANHANGÜERA
tfavaro@rac.com.br

O carro da reportagem está parado em um dos semáforos da Avenida Santa Izabel, a principal de Barão Geraldo. De repente, pára do lado do veículo uma moto inteirinha pink - elemento completamente inusitado no cenário pacato do distrito campineiro. O motoqueiro, também vestido em tons de rosa da cabeça aos pés — incluindo um quepe a la Village People — pergunta: “Vocês têm algo contra gays?" E, diante da negativa, pede para colocar uma música, que ele mesmo classifica como o hino da comunidade”.

“I will survive”, de Gloria Gaynor, toca alto e é uma das pérolas guardadas na disqueteira escondida em uma das duas bolsas instaladas nas laterais da moto. Uma das três motocicletas de Dino Perez Martinez. As pessoas passam ao lado dele e sorriem. Objetivo cumprido. O técnico em enfermagem de 47 anos usa parte do dinheiro de sua aposentadoria para cuidar do patrimônio que permite a ele cumprir seu atual ofício: distribuir alegria e provocar risos em quem, na correria do dia-a-dia, anda apressado pelas ruas da cidade.

Mas a vida de Dino, como a de todos nós, não é só feita de alegrias. Ele é vítima de um preconceito em dose dupla: primeiro — e muito mais, garante ele — pela homossexualidade; depois, por ser portador do vírus HIV.

O ano era 1999 e o dia Dino não se lembra muito bem. Pudera. Ele estava no salão de beleza no qual trabalhava, entre clientes “bem apessoadas casadas com homens de posse”, recorda apenas. Terminava um corte de cabelo quando sentiu uma tontura. Respirou fundo, achou que era fraqueza. Mais alguns minutos e, de novo, a tontura, só que mais forte. A ponto de fazê-lo desmaiar. Quando acordou, estava numa cama de hospital, onde recebeu a notícia de que era portador do vírus.

A notícia rendeu-lhe mais três meses internado. Não por causa de sintomas, mas por depressão. Durante outros 90 dias, o então cabeleireiro ficou trancado em seu quarto, numa casa em Barão Geraldo, onde até hoje mora com os pais. Até que percebeu que teria duas alternativas: morrer ali, entregue à sorte, ou não perder mais nenhum dia se lamentando. “Escolhi a vida. E a alegria. E, mais ainda, dividi-la com as pessoas.”

Dino tinha o respaldo de morar numa cidade que é referência no tratamento de Aids. De 1982 até 2003, a Secretaria Municipal de Saúde registrou cerca de 3,7 mil casos da doença em maiores de 13 anos. Mas duas coisas afastaram o cabeleireiro do tratamento: o fato de ser um portador assintomático do vírus e outra, a de ser intolerante a medicamentos. “Do dia em que descobri que não posso tomar a medicação até hoje, o único remédio que uso é me manter de bem com a vida.”

Não é fácil para quem saiu de um casamento heterossexual, com dois filhos, em 1990. Parece ficar incomodado quando pergunta-se a ele como se contaminou. “Não posso afirmar com certeza. Mas quando meus clientes descobriram que eu tinha HIV, deixaram o salão. Se bem que hoje sofro mais com o preconceito contra minha homossexualidade do que com qualquer outra coisa” , desconversa.

O último

Foi internado em um hospital que Dino descobriu uma alternativa à profissão de cabeleireiro. “Fui tão bem tratado por uma enfermeira que prometi voltar para trabalhar com ela. Saí dali, fiz curso técnico de enfermagem e voltei mesmo.”

Hoje, Dino trabalha como enfermeiro particular. A família para a qual ele presta serviços o acolheu sem qualquer preconceito. “Sempre aviso antes de trabalhar em algum lugar que sou portador do vírus.”

Só não está vestido inteiro de rosa quando está no trabalho - um dia sim, outro não. Diariamente pega uma de suas motos e passeia pelo centro de Campinas. Quando está de folga, vai para os bairros. Repete a rotina há um ano. E já foi contratado para fazer apresentações.

Com o dinheiro extra que arrecada, cuida das motos. E no restante do tempo livre, dá aulas de trabalhos manuais no Centro Corsini, onde tem acompanhamento médico. “O que consigo com as vendas, dôo para o Corsini”, orgulha-se.

Dino não sabe quanto tempo ainda vai viver, e nem se preocupa com isso. Quer passar cada dia como se fosse o último. “Que sejam muitos últimos”, brinca. Antes de partir, como ele diz, gostaria que os filhos entendessem um pouco a sua opção e não tivessem raiva dele. Além disso, pensa em comprar uma casa para acolher portadores de HIV expulsos de casa quando descobrem a doença — e são descobertos. Durante a conversa, Dino repetiu diversas vezes que seria importante dizer aos leitores que se prevenissem sempre, para não se contaminar. “Cara bonita não é sinônimo de pessoa saudável.” Ácido em alguns comentários, Dino não poupou dos conselhos os preconceituosos: “Atenção, gente! É bom a gente espiar em casa antes de falar alguma coisa. Tem muita gente que não mostra, mas vive saindo do armário.”



- Postado por: E-Campinas às 1h22 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






- Postado por: E-Campinas às 10h04 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




OVULADO

Gente, eu tô ovulado com o tanto de coisa que anda acontecendo com o E-jovem esses dias. De bom e de ruim também, infelizmente. Depois de eu ter levado o soco, do Luisinho ter sido expulso da boate e do Well ter apanhado de Carecas em SP, agora uns Skinheads bateram num E-jovem em Curitiba. Onde isso vai parar?

Mas vamos falar das coisas boas: o Encontro Nacional do E-jovem em Brasília!! Quem aqui de Campinas vai poder ir?? Temos que decidir isso logo - ou seja, mais um assunto pra sábado!!

Até lá!!

Deco



- Postado por: E-Campinas às 7h03 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




COISINHAS

Povo, sábado vamos definir nossa participação no evento de juventude da prefeitura e conversar sobre nossa participação junto a algumas escolas da região, especialmente a da Paty. Lembro também que outras pessoas ficaram de ver (há anos) se rolava da gente ir em suas escolas - como o Alan, por exemplo...

Outras coisinhas para sábado:

  • Vocês lembram que era pra cada um fazer um textinho de apresentação do seu personagem, né?? E, se formos apresentar a peça, será a cena I - portanto, quero ver essa cena na ponta da língua.
  • Sobre a peça O Terceiro Travesseiro ~ quem for assistir já leva 20 reais pra gente ir comprar o ingresso tudo junto!! Galera, chance única, hein! Não vão dar mole e deixar passar...
  • Vamos precisar montar o Felipe. Quem puder ajudar com roupa, maquiagem,  peruca, etc., já leve no sábado pra gente ver como ele vai ficar!!

É isso!! Essa semana vamos nos encontrar às 18h mesmo (já que ninguém chega às 17, né! hehe). E, pra relaxar, mais uma fotinho do Junior e seu namorado Zeca:

Fofos!! Até lá!

Deco



- Postado por: E-Campinas às 7h52 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




OLHO NESTE HOMEM:

Esse é Erom Cordeiro, o ator que vai interpretar Zeca, o namorado do Júnior (Bruno Gagliasso) na novela "América". Diz aí - o moleque se deu bem, né não?? Qual moleque? Os dois!! 

O moço tem até orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=17930407908906765494. Se joga, bee!!

Deco



- Postado por: E-Campinas às 5h57 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Ingressos para O 3° Travesseiro começam a ser vendidos em Campinas

do Espaço GLS

 

A Produção do espetáculo “O 3° Travesseiro” anunciou nesta segunda-feira (19/09) o inicio da venda dos ingressos.

O espetáculo será exibido em Campinas nos dias 26 e 27 de outubro. Os 400 ingressos antecipados (200 de cada noite) serão vendidos a preço promocional de R$ 20,00.

Veja onde você pode comprar seu ingresso antecipado:

Teatro Castro Mendes
Praça Corrêa Lemos, s/n
Vila Industrial
19-3272.9359
Campinas:
Ópera Rock – Shopping Iguatemi (19-3294.8502)
Oficina do Estudante – Av. Brasil, 601 (19-3241-6688)
All Manner – Rua General Osório, 1281 (19-3232.6669)
Will Baggio (19-8114.1558)
Sumaré/Americana:
Thiago Diniz (19-9218.7841)
Salto/Itu:
Fetiche Models – Rua Sete de Setembro,174 –Salto (11-4029.1265)

A partir de 01 de outubro ou no encerramento do 1° lote os ingressos passam ao valor de R$ 30,00. Estudantes podem adquirir meia-entrada apenas no Teatro Castro Mendes a partir desta data.

[Nota do Deco ~ Povo, vamos comprar já?? Quem é que vai?? Vamos comprar juntos, pra ficarmos todos na mesma fila... 20 reais antecipado ou 15, pra quem estuda (depois do dia ), tá de GRAÇA! ]



- Postado por: E-Campinas às 2h13 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




DESORDEM NA TABA

Polvo, olha o recado que eu recebi do pessoal que cuida da TABA:

Hoje encontramos novamente o cinzeiro sujo em cima da mesa do escritório. Mas dessa vez não limpamos e gostariamos que o coordenador do grupo que o utilizou fosse até lá limpar. Além disso, a cozinha e banheiro estavam bem sujos, e dessa vez também não retirei os lixos, pois acho que todos que usam o espaço deveriam colaborar conosco e retirar os lixos de vez em quando. E o mais grave, mexeram nos livros da campanha que o CVCampinas fez para as instituições, reviraram tudo e a Lilian pede também para que o responsável vá até a Taba arrumar tudo, pois ela e a Tâmara tiveram muito trabalho para separar os livros.

Nem tem o que dizer, né? E o pior é que essa é a segunda vez seguida que reclamam. A gente vai acabar perdendo a nossa sede. É isso o que vocês querem??

PORTANTO: A partir de sábado, fica proibido fumar na TABA e vamos fazer uma vaquinha para comprar copos descartáveis - que vamos utilizar e recolher depois. E, claro, nada de mexer em qualquer caixa, armário e geladeira da TABA (e isso inclui as incursões que uns e outros fazem à cozinha e seu contúdo). Está claro? 

Deco



- Postado por: E-Campinas às 12h03 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Portal Cosmo On Line faz enquete sobre casamento homossexual
16 de Set de 2005 - 19h38min

Da redação

O portal Cosmo On Line (www.cosmo.com.br), da Rede Anhangüera de Comunicação (RAC) perguntou ao leitores nesta sexta-feira (16/09): "Você aprova a legalização do casamento homossexual?".

Numa disputa aperta, 50,6% (277 votantes) são favoráveis à união entre pessoas do mesmo sexo. Os outros 49,4% (270 votantes) são contra a união.

A votação, segundo Artur Araújo, editor do Cosmo On Line, foi a segunda mais votada de todas as "Perguntas do Dia", já produzidas pelo portal do interior paulista.

[Nota do Deco ~ Ô cidadezinha conservadora, hein!! Metade do povo nos odeia! Isso mostra como as coisas são foda... ]



- Postado por: E-Campinas às 1h21 PM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




DIAS DOS PAIS E MÃES E-JOVENS

Galera, foi ou não foi TUDO de bom o nosso encontro semanal desse sábado?? Mais de 20 pessoas foram lá na TABA (como chamamos nossa sede - que, pra quem não sabe, fica na Rua José Paulino, 1389 - Centro) conversar sobre a relação entre pais e filhos gays e lés. E o melhor é que tínhamos um pai e duas mães junto com a gente: o seu Orlando, pai da Aira; a Nay, mãe da Lys; e a Ismê, mãe do Alan.

Foi um longo bate-papo sobre suas descobertas e de como lidaram (e ainda lidam) com o fato de seus filhos serem diferentes. Falamos de família, de preconceito (que, todos concordaram, é fruto da ignorância, da falta de informações que muitos pais têm sobre o que é homossexualidade, o que é ser homossexual), de rótulos, de amor, de respeito. O povo fez várias perguntas aos pais, que procuravam responder da melhor maneira possível - mas tudo num clima super bom, sempre tinha alguma coisa que fazia todos rirem sem parar!

Uma coisa que pipocou na fala de todos os pais ali, e que é interessante destacar, foi a importância do diálogo. Todos estavam ali sábado porque aceitavam (ou, no mínimo, respeitavam) a orientação sexual do filho e sua decisão de viver isso plenamente. Mas isso porque houve um diálogo franco e aberto entre pai e filha, mãe e filho e mãe e filha. Eu achei legal quando o seu Orlando chamou a atenção pra um fato que acontece muito: quando o filho resolve contar que é gay no meio de uma discussão com os pais. Não funciona, disse ele. Tem mesmo é que pensar com cuidado no assunto, sentar e conversar, bem preparado. Preparado até para, contrariando a crença popular de que 'mãe sempre sabe', pegar a mãe de surpresa: a Nay confessou ali pra gente que nem suspeitava que a filha era lés. Mas que a abertura que as duas sempre tiveram, aliada ao pouco preconceito que ela tinha quanto a amar alguém do mesmo sexo ("Quando você fecha os olhos", disse ela, "o que você vê não é o sexo. É o espírito da pessoa." Fofa! ), foram fundamentais para essa aceitação. Mas, seguindo a regra, tanto o seu Orlando quanto a Ismê disseram que já sabiam que seus filhos eram homossexuais e só esperavam a confirmação. Segundo Ismê, o adolescente cresce quando resolve assumir por livre e espontânea vontade uma coisa dessas. "Tem que ser muito macho pra isso!", falou ela, toda orgulhosa do seu rebento.

Orgulhosos estamos nós, E-jovens, de existirem pais e mães como vocês!! 

Além disso tudo, ainda deu tempo pra conversarmos sobre o protesto que vamos fazer na Praça do Sucão (o César até topou fazer um discurso no carro de som em nome do E-jovem), sobre o Programa Escola Jovem (nosso projeto de levar o debate sobre homossexualidade às escolas de Campinas) e at''e de fazer mais um ensaio da nossa peça, que fala de AIDS na adolescência. Aliás, aproveito pra agradecer à Paty, que está arrasando em suas aulas de expressão corporal aos atores do grupo! Sem ela, não sei o que iríamos fazer!! 

Ufa! Foi assim.

Ah, e tinha muita gente bonita lá também!! O que era aquele menino de Valinhos, o do olho azul?? Volte sempre, viu?

Beijo do Deco



- Postado por: E-Campinas às 7h58 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem não assiste, comece AGORA!!

Novela das sete da Globo terá final feliz gay
DANIEL CASTRO
COLUNISTA DA FOLHA

"A Lua me Disse" terá um final pouco comum em novelas, principalmente das 19h: dois homens terminarão juntos e felizes.

Samovar (Cássio Scapin), que é explicitamente gay, passou a novela toda tentando conquistar Valdo (Hugo Gross). Colocou outdoors com declarações de amor, mandou flores e presentes, mas nunca foi correspondido. Chegou até a ser rechaçado.

Mas, nos últimos capítulos da novela da Globo, que termina dia 30,justamente quando Samovar desiste de Valdo, o jogo vira. Valdo descobre que está apaixonado e se rende. Em suas últimas imagens, eles aparecerão
rumo a Paris, numa viagem romântica.

Segundo Maria Carmem Barbosa, que divide a autoria de "A Lua me Disse" com Miguel Falabella, não haverá nada que possa agredir o telespectador do horário, como beijos.

Não é a primeira vez que uma novela das sete da Globo tem final feliz gay. Segundo Mauro Alencar, doutor em telenovelas pela USP, isso ocorreu em "Mico Preto" (Globo, 1990). Um dos personagens, Zé Luís, era interpretado por Miguel Falabella.



- Postado por: E-Campinas às 7h03 AM
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________